Campanha AACD Teleton 2021

Cursos Mecânica Online

quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

Coluna "Mecânica Online": Fim de linha



Os veículos que não vão continuar em 2022


Tarcisio Dias*

Feliz 2022! Sim, a coluna relativa ao fechamento do mês de dezembro de 2021 ficou para o início de 2022 e com isso, começamos de forma diferente. O motivo ficou por conta dos muitos veículos que não vão continuar em nosso mercado nesse novo ano. No primeiro momento você pode achar que isso é ruim, mas é preciso evoluir principalmente quando o assunto é poluição, ou seja, o nível de emissão dos motores.

Em função da Norma Proconve L7 que entra em vigor nesse mês de janeiro, muitos motores que não atendem os níveis de emissões e ruídos estão saindo de linha e levando junto alguns modelos.

A Chevrolet inicia 2022 tirando três modelos de linha. As saídas de Joy e Joy Plus, versões antigas de Onix e Prisma, respectivamente, já eram esperadas. Dessa forma, a primeira geração do Onix e a segunda do Prisma deixam oficialmente de ser vendidas no Brasil.

Além deles, a marca também deixou de oferecer a S10 com motor 2.5 flex. A decisão vem pouco mais de um mês após a Toyota encerrar as vendas de Hilux e SW4 movidas a gasolina e/ou etanol. Assim, todas as picapes médias do país contam exclusivamente com motorizações diesel.

A Fiat em 2021 passou por uma grande transformação. A marca encerrou as vendas do Grand Siena, do Uno e do Doblò, além das versões com motorização 1.8 E.torQ de Argo, Cronos e Toro. Até o Mobi perdeu sua versão de entrada Easy, que era a versão mais barata, vinha sem ar-condicionado.

O Uno Ciao é uma série especial limitada de 250 unidades em homenagem a um ícone da indústria automotiva brasileira. Fabricado de forma ininterrupta desde agosto de 1984 no Polo Automotivo de Betim (MG), o Fiat Uno acumula 4.379.356 milhões de unidades produzidas.

A Honda é outra marca que passa por uma grande transformação.

A produção nacional do Civic em Sumaré (SP) foi encerrada ao final de 2021, enquanto o esportivo Civic Si deixou de ser importado. A nova geração do Civic deve voltar a ser oferecida em breve, agora importada. O Civic Si talvez só em 2023.

Outro que teve a produção encerrada ao final de 2021 foi o Honda Fit. Apesar de uma nova geração na Europa e Japão, ficou caro produzir o modelo e a Honda adotou uma nova estratégia para os países emergentes. O novo City nas versões hatch e sedan é um modelo global e atual para atender os clientes da marca.

Montado em Catalão, Goiás, o Mitsubishi ASX foi outro que deixou o nosso mercado em 2021.

Não foi uma despedida total, pois o modelo ganhou uma renovação tão grande no visual que até de nome mudou, passando para Outlander Sport. Já o Pajero Full, clássico da marca por aqui, foi embora em definitivo.

Com uma série especial de 100 unidades o Sandero RS já não é mais fabricado em São José dos Pinhais (PR).

Para esse ano que se inicia, nem tudo é fim. A Audi voltará a produzir por aqui e teremos o A3 nacional, BMW X4 e X3 serão reestilizados com fabricação brasileira, a estreia da marca de luxo da CAOA – Exeed, que vai trazer o VX, um SUV de 7 lugares maior que o Tiggo 7 PRO, tem também o Cruze Sport6 RS, a renovada Silverado V6 turbo diesel e V8 gasolina, o novo C3, Argo e Cronos com transmissão automática CVT, Fiat Fastback, a picape Ford Maverick e a F-150, modelo que esbanja sucesso no mercado norte-americano, a Honda terá o City Hatch já em março nas lojas e a nova geração do HR-V, que por enquanto não terá a versão híbrida, ainda esse ano, e até mesmo o Jeep Renegade, passa por evolução no início do ano estreando a motorização 1.3 turbo flex e perdendo as opções com motorização diesel - mas mantendo a transmissão ZF de nove velocidades nas versões 4x4.

E tem mais! A picape Peugeot Landtrek chega importada do Uruguai com câmbio automático e motor 1.9 turbo diesel, enquanto o 2008 elétrico virá da França. A mesma motorização 1.0 turbo flex da Stellantis vai ser lançada no 208 turbo com câmbio CVT. A Renault apresenta no primeiro semestre a primeira reestilização do Kwid, assim como acontece com a Toyota, que vai renovar o Yaris nas versões hatch e sedã.

Para quem achou que na coluna de hoje só teríamos notícias ruins, a verdade é que a engenharia e indústria brasileira continuam em evolução constante e adequando seus modelos, motores e tecnologias conforme as legislações. Os carros que não atendem ao Proconve L7 só poderão ser vendidos até março de 2022.

*Tarcisio Dias - Profissional e técnico em Mecânica, além de Engenheiro Mecânico com habilitação em Mecatrônica e Radialista. Desenvolve o site Mecânica Online® (mecanicaonline.com.br) e sua exclusiva área de cursos sobre mecânica na internet (cursosmecanicaonline.com.br), uma oportunidade para entender como as novas tecnologias são úteis para os automóveis cada vez mais eficientes.

Entre os três (TOP 3) +Admirados Influenciadores Digitais da Imprensa Automotiva.

Entre os cinco (TOP 5) dos +Admirados Jornalistas da Imprensa Automotiva.

Premiado (TOP 3) na categoria Automotivo e Motociclismo da 7ª edição do Prêmio Especialistas.

Coluna Mecânica Online® - Aborda aspectos de manutenção, tecnologias e inovações mecânicas nos transportes em geral. Menção honrosa na categoria internet do 7º e 13º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo, promovido pela Sociedade de Engenheiros da Mobilidade. Distribuição gratuita todos os dias 10, 20 e 30 do mês.

https://mecanicaonline.com.br/category/engenharia/tarcisio_dias/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens da semana