Campanha AACD Teleton 2021

Cursos Mecânica Online

sábado, 4 de junho de 2022

Alpha Serviços: Manutenção e cuidados podem deixar pneus mais econômicos




Dicas simples podem ajudar a poupar o bolso e a natureza

As formas de economizar combustível podem contribuir e muito para a economia doméstica e, ainda por cima, com o meio ambiente.

Uma boa alternativa para ter diminuir o consumo de combustível e deixar o veículo até 20% mais econômico é cuidando dos penus. Dicas simples como as que seguem podem ajudar a poupar o bolso e a natureza.

O ar é o único elemento de sustentação de um veículo. Sem ele, os pneus ficariam murchos e o carro mal conseguiria se movimentar. Por isso, há que se ter uma grande atenção com a calibragem correta de seus pneus.

“Sempre deve-se atentar à calibragem dos pneus. Um pneu mal calibrado, como normalmente encontramos nas ruas, pode trazer, somente ele, um gasto de até 20% a mais de combustível. Tudo isso pois, com ele murcho, há um maior esforço do carro em colocar o mesmo em movimento. Aumenta-se a área de contato com o solo, criando uma maior resistência física ao rolamento”, disse Roberto Falkenstein, diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Pirelli na América Latina.

Para saber qual a calibragem correta para seu veículo, é só consultar o manual do proprietário. Em alguns veículos, há uma etiqueta na região do batente das portas ou no bocal de combustível. Ainda há casos de pressões recomendadas distintas para diferentes cargas como, por exemplo, quando o carro está carregado com mais pessoas e bagagens do que o habitual.

Outro fator muito importante é sempre calibrar o veículo com pneus a frio, pois somente o rolar dos pneus no solo, ou deixá-los expostos ao calor, pode fazer com que a pressão interna deles suba em até 5 PSI.

Para cada medida, há alguns tipos de pneus disponíveis no mercado. O usuário não pode se limitar, na hora da compra de um pneu, em somente pesquisar sobre as dimensões de seu pneu em uma loja de pneus. Na medida 175/70 R14, por exemplo, existem alguns modelos diferentes que servem para usos diversos.

Há o Pirelli Cinturato P1, o Pirelli Scorpion ATR e o Pirelli Chrono. O primeiro para uso urbano e em estradas, o segundo para uso misto e o terceiro para veículos de carga. Portanto, para a performance adequada do veículo, há de se escolher o pneu mais indicado.

“Além disso, desde 2018 nenhum pneu pode ser vendido no Brasil sem a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE), em uma resolução que foi regulamentada pelo Inmetro. Na etiqueta, além de parâmetros em escala do nível de aderência de um pneu em pista molhada e o quanto ele emite de ruído, há um grau muito importante na hora de escolher um pneu que melhora o consumo de combustível do seu veículo”, alerta Roberto Falkenstein. “Na etiqueta há um índice de resistência ao rolamento, que pode ir da letra G até A. Quanto mais próxima de A, menor será a resistência ao rolamento desse pneu, contribuindo, dessa maneira, para uma economia de combustível. Para efeitos de comparação, a cada diminuição de letra há uma melhora de 2% na economia de combustível do veículo”, completa Falkenstein.

Uma manutenção no motor e itens da suspensão podem, sim, fazer com que seu veículo tenha uma grande melhora na queima do combustível e em como seu carro percorre as estradas. Uma troca de óleo de boa qualidade, e no prazo indicado no manual do proprietário, é um ótimo começo. Seguir as orientações presentes no manual para fazer as trocas preventivas de cabos, velas e filtros também são outras indicações para que o motor de seu carro funcione “limpo”.

Não se pode negligenciar a manutenção da suspensão. As trocas dos amortecedores devem obedecer ao que está descrito no manual do veículo. Manutenções como alinhamento, balanceamento e cambagem devem ser efetuadas com frequência. “O alinhamento do veículo deve ser feito, no máximo, a cada 10 mil quilômetros. Se o usuário percorre muito de seu trajeto em terrenos irregulares, como paralelepípedos ou estradas de chão batido, esse intervalo deve ser reduzido para 5 mil quilômetros. Um carro desalinhado, além de causar um desgaste irregular dos pneus e piorar a segurança na dirigibilidade, também trará um aumento do consumo de combustível do veículo. É sempre importante, também, conferir a cambagem e balancear as rodas”, finaliza.

Para essas e outras informações e orientações, vá a um dos mais de 500 pontos de vendas Pirelli espalhados por todo o Brasil, onde profissionais treinados e capacitados poderão sanar essas e outras dúvidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncios

Anúncios
marketing@alphaautos.com.br / (11) 986880391 / (11) 999051722

Postagens da semana