Doe Teleton

sexta-feira, 18 de novembro de 2022

Alpha Notícias: Bactérias podem afetar a região bucal dos pets




Conheça quais são os sintomas e como tratar a periodontite

Texto: Sérgio Dias
Foto: Pixabay

Os cães e gatos podem sofrer com o adoecimento de parte da região bucal, mais conhecido como periodontite. Na coluna dessa semana o Hojemais Araçatuba fala sobre essa doença, que é uma das que mais acometem estes animais.

A maior causadora da periodontite em cães e gatos é algo simples e que poderia ser facilmente realizada para doenças serem evitadas: a falta de escovação dental.

A periodontite é uma doença que afeta a gengiva e os tecidos de sustentação dos dentes e é o resultado da ação de bactérias na gengiva, tratando-se de uma película pegajosa e incolor formada pelas próprias bactérias e por restos alimentares.

A doença é progressiva e não há como sumir ou diminuir caso não seja tratada. O que quer dizer, que quanto mais tempo, pior a situação ficará. Porém, outra característica é o fato dela apresentar períodos de sintomas mais explícitos em alguns momentos e mais brandos em outros. Isso dá a falsa sensação de que o quadro regride ou estabiliza.

A periodontite é muito perigosa em cães em gatos, precisando ser cada vez mais divulgado a fim de alertar tutores sobre a importância dos cuidados com higiene bucal.

O tutor precisa ficar atento aos sintomas de dor que o pet manifestar. Como a maioria das enfermidades, essa também machuca os bichinhos de alguma forma e eles passam a sentir dores, principalmente ao se alimentarem.

Ou seja, se sentem desconfortáveis fazendo algo que precisa ser feito diariamente, mais de uma vez por dia. Além disso, as dores causam estresse e, consequentemente, afetam os fatores emocionais e comportamentais do pet.

Outro perigo, é a possibilidade de eles perderem dentes e suportes ósseos. Assim, a qualidade de vida se prejudica, pois cada parte da dentição tem um propósito específico e perdê-las nunca significa algo positivo.

Doenças periodontais em geral podem contribuir com processos inflamatórios no corpo do animal e não somente na boca, podendo passar para o sangue e levar as inflamações aos órgãos vitais, principalmente para o fígado, rins e coração.

Nesse caso, trato respiratório e articulações também são afetados. Todas essas regiões podem ser tão severamente atingidas que podem levar o pet à óbito.

Procure por especialista em odontologia veterinária. Por conta da alta incidência, o mais indicado é procurar o diagnóstico e tratamento em um hospital especializado em odontologia veterinária.

Assim como o ser humano não vai a um clínico geral quando tem queixas dentárias, com os cães e gatos é a mesma situação e um dentista deve ser procurado imediatamente aos primeiros sintomas.

O dentista veterinário será capaz de diagnosticar sem erros e principalmente oferecer o tratamento adequado para que não restem sequelas ao animal e este seja curado o mais rápido possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncios

Anúncios
marketing@alphaautos.com.br / (11) 986880391 / (11) 999051722

Postagens da semana