Doe Teleton

sábado, 31 de dezembro de 2022

Alpha Serviços: Confira algumas dicas para não ficar parado na estrada durante a viagem




Manutenção preventiva e cuidados são necessários para aproveitar as festas de final

É comum as pessoas aproveitarem essa época do ano para visitar os familiares e viajar. Somente em São Paulo, mais de 10 milhões de veículos devem sair da capital segundo dados das concessionárias.

Para seguir o planejamento sem contratempos e com segurança, é fundamental que o veículo passe por um check-up. Preparamos com a Shell algumas dicas para que os viajantes tenham a garantia de que tudo está em boas condições antes de pegar a estrada.

Veja a seguir, todos os itens e situações que devem ser verificados antes de iniciar sua viagem com segurança.

Bateria

Ela só é lembrada quando deixa o motorista na mão. Por isso, cheque regularmente se os cabos estão limpos, pois com o tempo, a oxidação de seus componentes forma resíduos que se acumulam nas pontas dos conectores e impedem seu funcionamento. Preste atenção aos sinais. Se o seu carro está com problemas para dar partida, a luz dos faróis perde a intensidade ou o rádio começa a falhar, são indícios de que está na hora de trocá-la. Para evitar a descarga precoce, não esqueça faróis ou rádio ligados.

Combustíveis

De acordo com dados divulgados pelo Sindpeças, a idade média da frota de automóveis no país é a maior desde 1995 -- 10 anos e três meses. Por isso, ao abastecer, dê preferência ao combustível aditivado.

Filtros

Todos os carros possuem três filtros básicos: de ar, de óleo e de combustível. Além deles, os veículos com ar-condicionado contam ainda com um filtro específico para essa função. Em média, eles duram entre 10 mil e 15 mil quilômetros. Por isso, é importante verificá-los a cada revisão para evitar que impurezas cheguem ao sistema de injeção, provocando falhas e redução do rendimento.

Freios

O fluido dos freios é um item importantíssimo no sistema de frenagem de qualquer veículo. Ele transmite a pressão do pedal de freio para as rodas, desacelerando o veículo. Por isso, é fundamental que ele esteja sempre no nível correto. Além disso, recomenda-se trocar o produto, em média, a cada dois anos ou conforme a indicação do fabricante. Se o seu carro possui freios ABS, verifique também o sistema eletrônico para se certificar que está tudo em ordem.

Outro item indispensável para a correta redução de velocidade do veículo são as pastilhas, responsáveis por criar o atrito com o disco de freio. Sua troca depende muito da intensidade de uso, mas o ideal é seguir a recomendação do manual do veículo.

Óleo do motor

Fundamental para lubrificar as peças e impedir que os componentes metálicos sofram com o atrito, já que este desgaste pode aumentar a temperatura e levar o motor a fundir. Por isso, é essencial que o óleo do motor esteja dentro do nível, do máximo de quilometragem e de prazo, que gira em torno de seis meses a um ano.

É importante se atentar que cada veículo exige um tipo específico de óleo, que pode ser mineral, sintético ou semissintético. Consulte o manual do proprietário para saber qual é o mais indicado para seu veículo. Usar um produto inadequado pode reduzir a eficiência do motor e gerar problemas sérios a longo prazo, já que ele não circulará corretamente pelas peças e fará com que funcionem sem a lubrificação adequada por alguns instantes.

Motos necessitam de lubrificantes específicos

No caso das motos, os lubrificantes são semelhantes ao dos carros e são regulamentados pela mesma norma API, mas não contam com os mesmos aditivos. Isso ocorre porque nas motocicletas 4 tempos o câmbio também é lubrificado pelo óleo de motor, diferente do que ocorre nos carros. Dessa forma, o uso do óleo de carros em motos pode provocar problemas na embreagem e câmbio. Vale destacar ainda que cada tipo de motocicleta requer um produto próprio.

Pneus

Devem receber atenção periodicamente. Pneus bem calibrados e com o alinhamento e balanceamento em dia evitam o desgaste irregular e excessivo, além de prolongar sua vida útil. A cada 10 mil quilômetros, faça o alinhamento, o balanceamento e o rodízio entre os pneus. Calibre a cada 15 dias, conforme a pressão indicada pela montadora do seu veículo, com o pneu ainda frio.

Radiador

É o responsável por manter o motor do veículo refrigerado, evitando o derretimento de peças e seu mau funcionamento. Antes de sair de casa, certifique-se que o líquido do radiador está no nível correto e se não há nenhum vazamento. O indicado é que o motor trabalhe com temperatura na faixa dos 90°C. Em carros mais antigos, o recomendado é fazer esta checagem diariamente, com o motor ainda frio.

Velas

São elas que produzem a faísca elétrica que dá a partida nos motores a combustão. Em perfeito estado, elas ajudam no bom desempenho do motor e até influenciam no consumo de combustível. Se estiverem desgastadas, a performance do carro diminui e o consumo de combustível aumenta. Em média, os modelos convencionais duram entre 30 mil e 50 mil quilômetros, devendo ser inspecionadas a cada 10 mil. Preste atenção às trocas periódicas conforme a indicação do fabricante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncios

Anúncios
marketing@alphaautos.com.br / (11) 986880391 / (11) 999051722

Postagens da semana