Doe Teleton

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2023

Alpha Notícias: Empreender no segmento pet pode ser um bom negócio




Mercado aparece em alta como tendência de negócio para 2023

Texto: Sérgio Dias
Fotos: Pixabay

Durante as últimas semanas temos produzido colunas para informar o tutor sobre tudo que envolve o seu pet, cmo por exemplo fazer uma viagem segura, a hora certa de tosar, cuidados com a saúde etc.


Mas dessa vamos falar para quem quer empreender no mercado pet, que aparece em alta como tendência de negócio para 2023, pois a humanização dos animais de estimação vem aquecendo o mercado.

Levantamento do Sebrae aponta que o ramo de lojas de animais e pet shops foi um dos mais buscados como Ideia de Negócios, em 2022. Uma das respostas para esse sucesso é que o Brasil é o 3º do ranking mundial na população total de animais de estimação, de acordo com a ABINPET – Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação.

“Esse segmento é muito procurado porque é fácil, não precisa de grandes instalações para quem trata de alimentos, acessórios, roupas e brinquedos. O aumento de negócios voltados para animais de estimação cresceu de acordo com a demanda, que foi criada pelo crescimento do número de pets nos lares. A perspectiva de crescimento do setor até 2026 é de cerca de 87%”, explica Flávio Barros, gestor do segmento de Saúde e Bem-estar do Sebrae – S Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.

Esse já era um mercado que crescia a percentuais acentuados e a pandemia de Covid-19 turbinou esse aquecimento: as adoções de pet aumentaram 300%. As famílias com filhos queriam um bicho para entreter os filhos confinados e os moradores solitários procuravam um animal para fazer companhia.

Câmeras de monitoramento para vigiar e até conversar com os pets, alimentadores automáticos controlados por aplicativos, brinquedos que estimulam os animais a gastar energia para diminuir o stress e os cuidados com a nutrição são algumas das apostas do segmento.

Que tal investir nesse mercado que só cresce no Brasil? Confira algumas dicas para ajudar os empreendedores que buscam empreender no setor de pets:

• Fique de olho nos custos: é importante montar um quadro de custos com as despesas variáveis, fixas e comerciais. Elas incluem o valor do aluguel, salário de funcionários, despesas de material de escritório, produtos para revenda, impostos e taxas cobradas pelos meios de pagamento;

• Tenha um diferencial: para se destacar, a recomendação é ofertar produtos e serviços variados, além de opções que ofereçam comodidade aos clientes, como o e-commerce;

• Invista em qualidade: além de oferecer serviços diferentes, é importante prezar pela qualidade, oferecer serviços e produtos quem proporcionem o bem-estar dos animais;

• Fidelização da clientela: para que os clientes voltem sempre ao pet shop ou qualquer negócio voltado para animais, o empreendedor pode oferecer descontos, planos mensais e de fidelidade;

• Divulgação do negócio: para atrair clientes, é preciso investir em divulgação nas redes sociais e realizar parcerias com clínicas veterinárias e empresas do segmento; e

• Estar atento às exigências legais, normas e decretos: no caso dos pet shops, é necessário seguir algumas normas obrigatórias, como obter um alvará de licença da Vigilância Sanitária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncios

Anúncios
marketing@alphaautos.com.br / (11) 986880391 / (11) 999051722

Postagens da semana